A Plataforma Acre surgiu em abril de 2019, a partir  da realização de um encontro no Ministério Público com a participação de dois representantes da Plataforma MROSC Nacional. O momento contou com a participação de representantes das OSC do Acre, representantes de gestores do estado e munícipio de Rio Branco, Defensoria Pública, Tribunal de Contas do Estado, representante da Câmara de Vereadores de Rio Branco, entre outros.

Informações gerais

Nome: Plataforma Estadual Acre

Data de criação: Abril de 2019

Coordenação: 

Álvaro Mendes (ABORDA) –  alvaroacre@uol.com.br

Elizangela Maffi (AREDACRE)  – prdacre@uol.com.br

Janete Alves (Agá & Vida) – janetealves.ac@ bol.com.br

Antônio Cerezo (Reaja) – Cerezo.ac@gmail.com

Carlos Omar(Unisol) – carlosaspet@yahoo.com.br

Aurinete Brasil (Cáritas Brasileira Articulação Noroeste) – brasil.aurinete@gmail.com

Gerlandio Sales (Adosc) – gerlande.sales@gmail.com

Leazar Haerdrich (Radar) – leazacre@uol.com.br

Junior Monte ( Agá & Vida ) – jrcontabeis@hotmai.com

Bruna Lima (CTA) – brunalimacta@gmail.com

Roselene Lima ( Assoc. Mulheres Negras) – roselene.m.lima2015@gmail.com

Lista de Signatárias: 

  1. AREDACRE
  2. Agá & Vida
  3. REAJA
  4. ABORDA
  5. CARITAS
  6. SOS AMAZONIA
  7. UNISOL
  8. ARDEF
  9. CUT
  10. CUFA
  11. ELA
  12. ATTRAC
  13. AHAC
  14. APHAC
  15. MORHAN
  16. NEGRITUDE
  17. AMAR
  18. MAPSIR
  19. MNPR
  20. SINDOMESTICO
  21. SAVI
  22. APRAC
  23. CDHEP
  24. SERNEGRO
  25. CTA
  26. ASSOCIAÇÃO RURAL BRASILEIA
  27. ASSOCIAÇÃO R. ACRELANDIA
  28. ASOCIAÇÃO R. EPITACIOLANDIA
  29. ASSOCIAÇÃO PRODUTORES RB
  30. SINTEAC
  31. ASSOCIAÇÃO R. PORTOACRE
  32. ASSOCIAÇÃO R. PLACIDO C.
  33. RADAR
  34. ASSOCIAÇÃO DE MULHERES NEGRA DO ACRE
  35. ASSOCIÇÃO BELO JARDIM
  36. FEPAC
  37. POVO 
  38. MNU/AC
  39. CDHMU
  40. CENTRO HUWÃ KARU YUXIBU
  41. APADEC/CZ
  42. ADOSC
  43. ASSOC. MULHERES ARTESÃ INDIGINA
  44. REDE ECO CIDADANIA
  45. ADEV
  46. ASSOC. RENAIS CRONICOS
  47. APOAC
  48. COMITE CHICO MENDES
  49. ASSECIPE
  50. MNPR
  51. CNS

 

 

A história da criação da Plataforma MROSC Bahia tem início em 1996 e está fortemente vinculada ao processo nacional, tendo sido facilitada por organizações nacionais com presença no estado e propiciando discussões sobre o novo marco regulatório, motivando OSC, movimentos, meio acadêmico, parlamentares, para o aprofundamento do tema e articulação. Foram criadas diversas oportunidades para a apresentação do MROSC: sessão especial da Assembleia Legislativa sobre as contribuições das ONGs para o desenvolvimento da Bahia; debate na CESE com representante da ABONG nacional, da assessoria da Secretaria Geral da Presidência da República, e de representante da SERIN-Secretaria de Relações Institucionais do estado da BA; audiência com o governador sobre a necessidade de criação de fundo especial para as organizações da sociedade civil; reuniões diversas com movimentos sociais, organizações, assessorias para acompanhamento do processo de discussão do Grupo de Trabalho na elaboração do Projeto de lei. Em novembro de 2013 foi realizada, no auditório do Ministério Público do Trabalho, em Salvador/BA, a Audiência Pública “As OSC e a Democracia: por novas relações com o Estado.” Promovida pela ABONG, CÁRITAS e CESE, o evento contou com cerca de 200 participantes, de diferentes organizações e movimentos, além de parlamentares baianos federais e estaduais. Desta audiência, foi firmada uma carta-compromisso com o objetivo de reforçar a relação entre as organizações e autoridades.

A criação do GT MROSC Bahia foi formulada em um Seminário Nordeste, envolvendo os estados da Bahia e Sergipe, promovido pela Fundação Grupo ESQUEL Brasil e pelo CENSUS – Centro de Sustentabilidade das Pastorais Sociais e Organismos da CNBB. Este evento propiciou um estudo detalhado da lei e o levantamento, tanto dos principais problemas vivenciados, quanto aos avanços, perspectivas e impasses da relação das Organizações da Sociedade Civil com o Estado (Esferas Federal, Estadual e Municipal) e contou com a participação, em uma Roda de Conversa das Deputadas Estaduais Neusa Cadore (PT) e Fátima Nunes (PT), o Deputado Estadual Marcelino Galo (PT), Mary Cláudia Cruz e Souza, Coordenadora Executiva da Secretaria de Relações Institucionais (SERIN), Kelly Cristina Ferreira da Costa, Coordenadora de Articulação Social (SERIN), Milton Coelho e Juliana Rodrigues da Secretaria de Administração (SAEB) e Nailton Cazumbá, representante do CRC/BA – Conselho Regional de Contabilidade da Bahia. Os gestores públicos assumiram o compromisso de criar um Grupo de Trabalho – GT, em nível estadual, para contribuir com a elaboração do decreto de regulamentação.

Em 2016 a Plataforma, por meio da ABONG BA, apresentou, com a Escola de Administração da UFBA, programa PROAP – Programa de Estudos Aplicados em Administração Política, um projeto denominado Pontos de Gestão, para o edital PROEXT,do MEC, o qual foi aprovado com nota máxima. Tal projeto propiciou, entre outras ações, a realização de curso de formação sobre o MROSC, painéis em diversas regiões da Bahia, sob uma tríplice coordenação: Universidade, Estado e Plataforma das OSC. O Ponto de Gestão MROSC é um projeto construído a partir da iniciativa das OSC que, por meio da ABONG/BA na Plataforma da Bahia, para aprofundar o grau de articulação construído e buscar parcerias com programas importantes da Escola de Administração da UFBA, como o PROAP – Programa de Estudos Aplicados em Administração Política e o PDGS – Programa de Mestrado em Desenvolvimento Territorial e Gestão Social, fez tornar esse projeto possível.

Fruto do trabalho de várias OSC, membros da Plataforma BA, no GT que elaborou a minuto do Decreto de regulamentação estadual da Lei 13.019/14, foi decidida a criação do CONFOCO BA, o qual foi empossado no dia 20 de setembro de 2017, destinado a atuar como instância consultiva e propositiva, na formulação, implementação, acompanhamento, monitoramento e avaliação de políticas públicas de parcerias de mútua cooperação. As OSC, ocupam cargos de titulares e suplentes dos seguintes segmentos: Pessoa com Deficiência, Ação Social, Socioambiental, comunidades e povos tradicionais, Criança e adolescente, Juventudes, Modelos alternativos de desenvolvimento no campo e na cidade, Defesa de Direitos, Mulheres, LGBT E Combate ao racismo e promoção da igualdade.

Na roda de conversa já mencionada, foi também discutida a iniciativa da Frente Parlamentar Mista (Senado e Câmara) de Defesa da Sociedade Civil, e apresentada a ideia de replicar esse espaço no estado da Bahia. Apesar do interesse demonstrado pelos parlamentares presentes, foi salientada a dificuldade no momento, dada a ênfase à Frente do Meio Ambiente e a necessidade de envolvimento de outros/as parlamentares no processo. Essa é uma questão ficou portanto para ser retomada pela Plataforma no estado. Após a posse do CONFOCO/BA os contatos parlamentares vêm sendo incentivados com vistas à aprovação de um Projeto de Lei de regulamentação da lei 13.019/2014, em substituição ao Decreto estadual.

Informações gerais

Nome: Plataforma Estadual Bahia

Data de criação: Novembro de 2013

Coordenação: 

Comissão de Normas e Procedimentos

Candice Araújo (ELO Ligação e Organização) –  candice@elobrasil.org.br 

Leonice Alves (Serviço de Ass Organizações Populares Rurais) Cleonice-cleoalves@sasop.org.br 

Comissão de Formação

Tiago Muniz (Associação de Moradores do Conjunto Santa Luzia)  – tileo85@gmail.com 

Maria de Fátima Silva Rocha (Instituto Vida por Vida) – fatimarochag12@hotmail.com

Comissão de Comunicação

Érika Francisca de Souza (Instituto Odara) – erika.francisca@institutoodara.org.br

Nilton Lopes (Cipó comunicação) – nilton@cipo.org.br

Comissão de Articulação e Monitoramento

Nilton (IRPPA) –  nilton@irpaa.org

Edmundo Kroger (CECUP) – kroger.ed@gmail.com

Lista de Signatárias: 

1. Academia o templo judô
2. Ação anjos da noite
3. ACIDE
4. AGENDHA
5. Agrifa Central Mata Atlântica
6. APAE SSA
7. Articulação de Mulheres do Vale
8. assoarte
9. Associação aos Amigos Clara Amizade Brasil
10. Associação Arte Cultura do Bairro Baianao
11. Associação Arte e Cultura do Bairro Baianão
12. Associação Artístico-Cultural Odeart
13. Associação as Comunidades Paroquiais de Mata Escura e Calabetão
14. Associação Atuantes de Recife
15. Associação Beneficente Cultural e Religiosa Nossa Senhora da Conceição- Terreiro ILE Axe Iya Omim Lonam
16. Associação Beneficente de Elísio Medrado
17. Associação Beneficente de Pesca e Agricultura de Ituberá
18. Associação Beneficente Ilê Axé Ojú Onirê
19. Associação Beneficente Missão dos Apóstolos
20. Associação Beneficente Nossa Senhora de Escada
21. Associação Beneficente Novo tempo
22. Associação Bloco de Índios “os Tamoios”
23. Associação Comunitária Agrícola Pesqueira Ambiental e de Economia Solidária do Rio Preto do Costa
24. Associação Comunitária Agropastoril e Quelombola do Povoado de Lage dos Negros
25. Associação Comunitária de Cafarnauzinho
26. Associação Comunitária de Canto
27. Associação Comunitária de Desenvolvimento do Candeal II
28. Associação Comunitária de Lagedão
29. Associação Comunitária de Pequenos Agricultores de Cruzeiro
30. Associação Comunitária de Santa de Ibitatá
31. Associação Comunitária dos Moradores de Sete Ferros
32. Associação Comunitária dos Pequenos Agricultores da Ladeira Vermelha
33. Associação Comunitária dos Pequenos Produtores Rurais de Boi de Ermano
34. Associação Comunitária dos Produtores Rurais de Olho D’Agua
35. Associação Comunitária dos Produtores Rurais Quilombolas Lageadinho
36. Associação Comunitária dos Trabalhadores Rurais de Lagoa do Cedro
37. Associação Cultural Beneficente de Apoio aos Trabalhadores da Bahia
38. Associação Cultural da Cidade Baixa – ACCBX
39. ASSOCIAÇÃO Cultual de Capoeira Clips
40. Associação Cultural e Difusão Bloco Kayala da Bahia
41. Associação Cultural e Educacional de Brejões
42. Associação Cultural e Educacional Malcolm X
43. Associação Cultura e Social Samba de Roda Raízes de Acupe
44. Associação Cultural Expressão Negra
45. Associação Cultural Liberdade e Barra
46. Associação Cultural Linha Oito Acl8
47. Associação Cultural Mestre Admilton
48. associação das artesãs de Conceição da Feira
49. Associação de Agricultores da Comunidade de Bom Jesus
50. Associação de Agricultores de Areia Branca
51. Associação de Agricultores Familiares do território Remanescentes de Quilombo de Quenta Sol.
52. Associação de Amigos do Museu do Alto do Sertão da Bahia
53. Associação de Desenvolvimento Comunitário da Vitória e Adjacências
54. Associação de Desenvolvimento Comunitário do Teiru e Adjacências
55. Associação De Desenvolvimento Educacional Cultural e Cidadania
56. Associação de Mães de Candeal
57. Associação de Mães e Amigos Bairro Itaberaba
58. Associação de Meio Ambiente e Reciclagem de Oliveira dos Brejinhos – AMAR
59. Associação de Moradores Alagadiço
60. Associação de Moradores de Santiago do Iguape
61. Associação de Moradores do Conjunto Santa Luzia
62. Associação de Moradores dos Assentados de Reforma Agrária de Serra Azul
63. Associação de Moradores e Pequenos Produtores Rurais da Região de Santa Maria
64. Associação de Mulheres Campesinas da Serra do Ramalho
65. Associação de Mulheres de Jussara
66. Associação de Mulheres Trabalhadoras Rurais e Outros Povos de Brejo de Dentro
67. Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais
68. Associação de Pais e Mestres para o desenvolvimento Social
69. Associação de Palmas e Passos
70. Associação de Pequenas Agricultores de Moenda
71. Associação de Pequenos Produtores Rurais do Vaquetal
72. Associação de Promoção e Assistência a Infância e Juventude
73. Associação de Trabalhadores da Educação, Cultura e Arte de Amargosa
74. Associação de Trabalhadores em Educação Cultura e Arte
75. Associação Divina Providência de Amparo Social Cristão
76. Associação do Coletivo de Entidades Carnavalescas de Matriz Africana
77. Associação do Pequeno Produtor Rurais Quilombola da Comunidade de Molobev
78. Associação dos Agricultores de Porções Vita de Gentio do Ouro
79. Associação dos Agricultores e Agricultoras Familiar do Riachão do Meio
80. Associação dos Agricultores e Moradores da Vila Remanescente de Camaçari
81. Associação dos Moradores do Distrito de São Manoel
82. Associação dos Moradores do Núcleo Habitacional Joanes Leste
83. Associação dos Moradores do Parque dos Coqueiros
84. Associação dos Pequenos Agricultores de Lagoa do Barro
85. Associação dos Pequenos Produtores de Baixinha
86. Associação dos Pequenos Produtores de Nova Esperança
87. Associação dos Pequenos Produtores Rurais da Comunidade de Lagoa Grande
88. ASSOCIAÇÃO DOS PEQUENOS PRODUTORES RURAIS NA AGRICULTURA FAMILIAR DA AREIA FINA
89. Associação dos Produtores de Organicos
90. ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES REMANESCENTES DO QUILOMBO DE QUEIMADA NOVA
91. Associação dos Remanescentes de Quilombo de São Braz
92. Associação dos Remanescentes de Quilombos Vila Guaxinim
93. Associação Educamor
94. Associação Feirense de Assistência Social
95. ASSOCIAÇÃO HUMANISTA DE SANTO ANTÔNIO
96. ASSOCIAÇÃO INDÍGENA KIRIRI DA ALDEIA PAU FERRO
97. Associacao integrada de nucleos
98. Associação Jovens Unidos em Cristo do Gino
99. Associação Mãe dos extrativistas da RESEX de Canavieiras
100. Associação Mulher Arte Dourada
101. Associaçao Nova Floresta
102. Associação Pestalozzi de Remanso
103. ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI DE SAPEAÇU
104. Associação Pinhão Roxo – Coletivo de Práticas Solidárias
105. Associação Presidente José Sarney
106. Associação PróLeite
107. Associação Renascer Mulher
108. Associação Sócio Artístico Cultural e Ambiental do Conde – Siribeira
109. ASSOCIAÇÃO SÓCIO CULTURAL DA CIDADE DE POTIRAGUÁ
110. Associação Viva
111. Associalção Comunitária de Cafarnauzinho
112. Asssociação Bloco de Indios “Os Tamoios”
113. Caliandra Rio de Ondas
114. Caritas Arquidiocesana de Feira de Santana
115. Caritas Brasileiro Regional Ne3
116. Cáritas Diocesana de Amargosa
117. Casa de Brincar Alecrim
118. Central das Organizações Comunitária de Menino Jesus
119. Central de Cooperativas de ECOSOL
120. Centro Comunitário Batista Hermilina Silva
121. Centro Cultural Recreativo Bombocado
122. Centro de Defesa da Criança e do Adolescente – CDCA – BA
123. Centro de Educação e Cultura Popular – CECUP
124. Centro de Estudo, Prevenção e Apoio aos Portadores de LER/DORT
125. Centro de Estudos e Ação Social
126. CENTRO DE GIRO SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA
127. Centro de Integração Empresa Escola
128. CENTRO DE PROMOÇÃO DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIDADANIA
129. Centro de Promoção da Educação, da Cultura e da Cidadania – CPECC
130. Centro de Referência Integral de Adolescentes
131. Centro Evangélico de apoio e Acolhimento Cidade de Refúgio
132. Cipó – Comunicação Interativa
133. Clube de Integração Paroquial Nossa Senhora das Candeias
134. Clube dos Tenistas da Bahia
135. Coletivo Cultural Egbe Ifa Omi Ewe Mimo
136. Coletivo Pretas em Movimento
137. Comissão de Articulação e Mobilização da Peninsula de Itapagipe
138. Comissão de Defesa dos Direitos Humanos de Banzaê
139. Comissão de Defesa dos Direitos Humanps Defende Brasil
140. Comissão Ecumenica dos direitos da terra
141. Comitê Comunitário Contra o Covid-19
142. Comitê Municipal das Associações de Central
143. Comunidade Terapeutica Ebenezer
144. Comunidade Terapeutica Gente Livre Maanaim
145. Conjunto Habitacional Vida Nova Aviário
146. Conselho Estadual das Comunidades e Associações Quilombolas do Estado da Bahia
147. Coojopraf
148. Cooperativa Agroindustrial do Vale do Jequiriça
149. Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Vale do Jequiriça
150. COOPERATIVA DA AGROINDÚSTRIA E AGRICULTURA FAMILIAR DO AGRESTE BAIANO
151. Cooperativa de Jovens Produtores Rurais da Agricultura Familiar
152. Cooperativa dos Trabalhaores Autonomos do Territorio Velho Chico
153. Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares
154. COOPERCUC-Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá
155. Coordenadoria Ecumênica de Serviço – CESE
156. Creche Jurema
157. Dignivida Promoção da Vida Humana
158. Dispensário Santana
159. ELO Ligação e Organização
160. Faculdade Pitagóras
161. Federação das Associações de Bairros de Salvador
162. Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional
163. Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Bahia
164. Forum Baiano LGBT
165. Fórum Pensar Conceição da Feira
166. Fundação Conquistense Edivanda Maria Teixeira
167. Fundação da Assistência e Desenvolvimento Humano de Crianças e Adolescentes e seus Familiares de Vit da Conquista
168. Fundação Desenvolvimento Integrado do São Francisco
169. Fundação Economico Miguel Calmon
170. Fundação Integração Social do Menor de Remanso
171. Fundação Lar Feliz
172. Fundação Terra Mirim – Centro de Luz
173. FUNDAÇÃO VOVÓ DO MANGUE
174. Grupo Ambientalista da Bahia
175. Grupo de Apoio e Prevenção a Aids da Bahia
176. GRUPO DE ARTE-EDUCAÇÃO, ESPORTE E CULTURA
177. Grupo de Defesa e Promoção Socio Ambiental
178. Grupo de Mulheres do Alto das Pombas
179. Grupo Gay da Bahia
180. GUARDA MIRIM DE POSTO DA MATA/BA
181. HIDROQUIMICA
182. Ian & Dan Kids
183. IGREJA EVANGÉLICA SEMENTE DE JUSTIÇA
184. IGREJA PENTECOSTAL DO NAZARENO
185. Instituição Beneficente Conceição Macedo
186. Instituição Caminho do Amor
187. Instituto A Mulherada
188. instituto Ação Brasil
189. INSTITUTO ALFAM – Associação Para Promoção do Desenvolvimento Sustentável Humanizado
190. Instituto Apompaz
191. INSTITUTO ARAÇA MIRIM
192. Instituto ASBEMIG
193. INSTITUTO BIOESTE
194. Instituto brasileiro de Gestão Pública
195. Instituto Búzios
196. INSTITUTO CHAPADA DE EDUCAÇÃO E PESQUISA
197. INSTITUTO CICAA – CONSULTORES INDEPENDENTES DA CAATINGA
198. INSTITUTO CULTURAL PROIBIDO PROIBIR
199. Instituto das Irmãs Oblatas do SSMO Redentor – Pastoral da Mulher
200. Instituto de Apoio ao Desenvolvimento Ambiental e Humano
201. Instituto de Consultores Independentes da Caatinga
202. Instituto de Cooperação Belgo-Brasileira para o Desenvolvimento Social – DisopBrasil
203. INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DO ASSOCIATIVISMO E COOPERACAO SOLIDARIA DA BAHIA – IDASB
204. Instituto de Desenvolvimento Social e Ambiental
205. Instituto de Desenvolvimento Sustentável Baiano – IDSB
206. INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO BAIXO SUL DA BAHIA
207. Instituto de Gestão e Politicas Sociais
208. INSTITUTO DIAMANTES DA BAHIA
209. Instituto Diversidade
210. Instituto FATUMBI ? Aquele que me faz renascer
211. Instituto FJ / CT Maanaim
212. Instituto Integrado para o Desenvolvimento Humano e Comunitário
213. Instituto Mutá/CADI Valença – CADI
214. Instituto Odara
215. Instituto Regional da Pequena Agropecuaria Apropriada
216. Instituto Social Padre Benedito Soares
217. Instituto Social Vivendo e Aprendendo
218. Instituto Tijuipe
219. Instituto unisocialmulher
220. INSTITUTO VENCENDO O CÂNCER
221. Instituto Vida por Vida
222. Inter Apoio Grupo de Apoio e Busca de Proteção da criança e Adolescente
223. ISAS INSTITUTO DE SAUDE E ACAO SOCIAL
224. Istitituto Palmares de Promoção da Igualdade
225. Jaqueline Marcia Noronha Almeida GOmes
226. MJPOP -Movimento jovem de politicas publicas
227. Movimento Associativo Indigina Payayá
228. Movimento Associativo Maloka Cultural
229. Movimento de Libertação da Mulher
230. Movimento de Organização Comunitária – MOC
231. Mulheres de Fibra Calabar
232. NAENDA
233. ONG ACUBA (Arte e Cultura Urbana – Bahia)
234. ONG ALVORECER BAHIA
235. Organização Cultural e Artísica Reisado de São Vicente
236. Organização Filhos do Mundo
237. Organização Parceiros da Sociedade
238. Organização Religiosa de Candomblé Ilê Asé Kalè Bokun.
239. PAQTO SOCIAL
240. Paroquia Nossa Sra das Graças
241. Pastoral do Menor Nossa Sra de Fátima
242. Pé de Arte Cultura e Educação
243. Primeira Igreja Batista
244. Produzir
245. PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE PROMOVENDO AÇÕES SOCIAIS
246. Programa Integração AABB Comunidade
247. PROJEF.S.D/COMCAP PROJETOS DE FUTURO SOCIAL E DESPORTOS/COMUNIDADES E CAPELANIAS
248. Projeto Sapeca
249. Rede Criativa Moreterra Produções
250. Rede de Protagonista em Ação de Itapagipe
251. Rede Evang, Nacional de Ação Social -Bahia
252. Rede MGA – Filarmonica
253. Rede Nacional de Mulheres de axé do Brasil
254. Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais – SASOP
255. Serviço de Assistência Sociambiental no Campo e Cidade
256. Sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras Rurais e Produtores da Agricultura Familiar de Camaçari
257. Sindicato dos Trabalhadores Rurais Jiaguçu
258. Sociedade Cruz Santa Axé Opô Afonjá
259. SURF REGGAE
260. União de Mulheres do Municipio de Vitoria da Conquista
261. UNIÃO HOSPITALAR SÃO FRANCISCO
262. Vamos Unir o Mundo
263. Vida Brasil
264. Viver Cultura e Meio Ambiente

 

 

A Plataforma MROSC Distrito Federal nasceu em setembro de 2019,  durante a realização da Caravana Centro- Oeste e tem por objetivo oferecer oportunidade para a discussão sobre o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (OSC) do Distrito Federal (DF).

Atualmente é composta por um grupo de Organizações da Sociedade Civil que buscam o fortalecimento institucional das entidades sociais nas regiões administrativas do Distrito Federal, construindo dessa forma um ambiente saudável e favorável ao amadurecimento institucional e a realização de projetos relevantes, elevando assim indicadores sociais e a resolução de problemas que as entidades possam ter. Ao mesmo tempo, propõe a melhoria da qualificação dos gestores das entidades da sociedade civil para realizarem parcerias produtivas e de sucesso com o governo.

Informações gerais

Nome: Plataforma Estadual Distrito Federal

Data de criação: Setembro de 2019

Coordenação: 

Lúcia Feitosa (Instituto Atuar) – lucinha256@gmail.com 

Sérgio de Cássio (Atitude)  – sergiozumbi@gmail.com 

Patrícia (Cantinho do Girassol)- patriciapaula92@gmail.com 

Paulinho (Cáritas Arquidiocesana de Brasília) – paulinho@caritas.org.br 

Jane (Ecoagrovila Renascer) – janebdefreitas@gmail.com 

Sandra (Rede La Salle) – sandra.dias@lasalle.org.br

Lista de Signatárias:

1. AÇÃO ESPERANÇA
2. Ambac – Associação dos Moradores do Bairro Nossa Senhora de Fátima e Condomínios Adjacentes
3. ANDI – COMUNICAÇÃO E DIREITOS
4. ASSOCIACAO DE AGRICULTORAS FAMILIARES PEROLAS DO CERRADO
5. Associação Ecoagrovila Renascer
6. ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI DE BRASÍLIA
7. Associação SOS Ribeirão – Organização Não Governamental
8. Associação Viva Vida de Aposentados, Pensionistas e Idosos do DF e Região
9. Cáritas Arquidiocicesana de Brasília
10. CASEED – CENTRO DE APOIO SOCIAL, ESPORTIVO E EDUCACIONAL
11. CCES-Central de Cooperativas de ECOSOL
12. CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA ESCOLA – CIEE
13. Centro de Referência da Infância e Preservação da Vida – Casa Guará
14. Centro Social Luterano Cantinho do Girassol
15.Clube e Escola de Rugby Samambaia
16. FEHSOLNA
17. Fundação Grupo Esquel do Brasil – FGEB
18. Grupo Atitude
19. Grupo Cultural Azulim
20. GRUPO ESPIRITA BEZERRA DE MENEZES
21. Instituto Arvoredo
22. Instituto Atuar
23. Instituto EVA
24. Mais Molekada
25. ONG PRÓ-VIDA
26. PASES – Projeto Assistencial Sementes de Esperança
27. Projeto de Ação Comunitária de Sobradinho
28. PROJETO INTEGRAL DE VIDA – PRÓ-VIDA
29. Rede Cerrado
30. Rede de Redução de Danos e Profissionais do Sexo do Distrito Federal e Entorno ” TULIPAS DO CERRADO”
31. Rede La Salle
32. Rodas da Paz
33. Shalke12
34. SOCIAL PREVENCIONISTA
35. Studio Super
36. Villa Samaritana
37. Visão Mundial

 

 

A Plataforma MROSC Pernambuco foi criada em outubro de 2019. Devido à pandemia sua atuação foi comprometida. O grupo está num contexto de construção do planejamento estratégico.

Informações gerais

Nome: Plataforma Estadual Pernambuco

Data de criação: Outubro de 2019

Coordenação: 

Erika Regina Correia (Mais Consultoria Social) –  erika@maissocial.org 

Emanuela Marinho (ABONG/Casa da Mulher do Nordeste)

Vinícius – (AFABE) – afabe@afabe.org

 

Lista de Signatárias:

  1. Centro de Mulheres do Cabo
  2. ABONG
  3. Caritas NE
  4. Gestos
  5. Caatinga
  6. FASE
  7. Centro Sabiá
  8. Provida
  9. Projeto Pão da Vida
  10. Instituto do Desenvolvimento Social e Cultural
  11.  MAIS – Consultoria Social
  12.  Rede das OSC de Gravatá
  13. Fábrica de Cultura
  14. GAMR
  15. SERTA –
  16. Serviço de Tecnologia Alternativa
  17. Associação Empreendeler
  18. Centro das Mulheres de Pombos 
  19.  Centro de Desenvolvimento e Cidadania – CDC

 

A Plataforma MROSC Sergipe teve suas primeiras ações desenvolvidas diretamente pelo CDJBC/ABONG no início de 2015, devido à ABONG regional BA/SE orientar o CDJBC a buscar fortalecer a agenda MROSC em Sergipe, por ser a única entidade filiada à ABONG naquele momento. Destaca-se que, a ABONG e a Plataforma da Bahia deram todo o suporte inicial ao CDJBC.

Em seguida, o Instituto Braços se filiou a ABONG e a Cáritas de Aracaju se somou ao processo de articulação e formação das entidades em Sergipe. Assim, criamos a Plataforma MROSC Sergipe em junho de 2016, quando optamos intensificar o processo de articulação junto a novas OSC e com o Poder Público em vista da regulamentação estadual.

Posteriormente, se somam ao processo, a SASAC (filiada a ABONG, recebendo formação para Multiplicadores/as do MROSC) e o CIRAS, dando fôlego às articulações e diálogos no Estado, principalmente junto a PGE. Por fim, o INIS se soma ao processo, tornando-se uma excelente aliada na articulação e formação das organizações no interior do estado.

Essas organizações promoveram diversos estudos, debates, e inclusive, apresentaram uma proposta de Decreto ao Estado, e mantém diálogo com a PGE para a reedição do decreto vigente.

Informações gerais

Nome: Plataforma Estadual Sergipe

Data de criação: Junho de 2016

Coordenação: 

Alex Federle do Nascimento  (ABONG) – alexfederle@gmail.com

Helison Santos Macedo (CDJBC) –  auxiliar.adm@gmail.com

Andrenito dos Santos (INIS) –  inisnordeste@gmail.com

Mônica Menezes (CIRAS) –  ciras.aracaju@yahoo.com.

 

Lista de Signatárias:

1. ABONG – Regional BA/SE

2. Cáritas Arquidiocesana de Aracaju

3. Centro Dom José Brandão de Castro – CDJBC

4. Centro de Integração Raio de Sol – CIRAS

5. Instituto Braços – Centro de Defesa de Direitos Humanos

6. Instituto MultSaber

7. Instituto Nacional de Inclusão Social – INIS

8. ONG Cultivar

9. Sociedade de Apoio Sócio Ambientalista e Cultural – SASAC

 

Todas as informações e dados aqui publicados foram enviados à Plataforma MROSC por meio do preenchimento do formulário Perfil das Plataformas Estaduais. Veja AQUI a síntese das respostas que foi apresentada na Plenária das Plataformas Estaduais em 2020.